Mídia Eletrônica

IPTV não é TV pela WEB

A televisão pela internet (WebTV) é transmissão de áudio+vídeo+aplicação sobre IP, mas não existe o mecanismo de garantir a qualidade de serviço, o famoso QoS (Quality of Service) que regula atraso, variação de atraso e nível de perda de pacotes, além da taxa de transmissão. Isso significa que pela internet de hoje não há um fluxo devidamente estabilizado dos pacote de dados. É por isso que na hora de assistir vídeos por streaming há uma espera para carregar o conteúdo e, geralmente, pausas durante a exibição. Afinal, sua conexão pode não ser boa o suficiente ou, quem sabe, estar em uma rede saturada por conta do horário ou excesso de conexões simultâneas. Não há garantias. Na IPTV, isso não pode – ou não deve – acontecer. Porque a conexão é efetivamente banda larga até o set-top box ligado à televisão, garantindo o fluxo de pacotes de modo transparente para o usuário. A IPTV é geralmente usada em redes fechadas, isto é, de modo exclusivo para uma única aplicação. Justamente o caso das ofertas no Brasil pelas operadoras de telefonia.

Fonte: http://www.focofuturo.com.br/