Mídia Eletrônica

Internautas vão até 3ª página em resultados de buscas

26/04/200611h04

 

Internautas vão até 3ª página em resultados de buscas

 

MARIANA BARROS

da Folha de S.Paulo

Apesar das dezenas de páginas de resultados apresentadas pelos buscadores, são raros os internautas que passam da terceira. De acordo com um estudo das empresas de pesquisa Jupiter Research e iProspect, 90% das buscas terminam antes de chegar à quarta página e mais da metade das solicitações (62%) nem sequer ultrapassa a primeira página.

As constatações só confirmam o que as empresas já sabiam: atualmente, figurar entre os primeiros links apresentados em uma pesquisa é algo valioso. Ainda mais quando 36% dos internautas acreditam que as companhias que aparecem em primeiro lugar representam as principais marcas do mercado. Quando não encontram o que procuram, os usuários tendem a usar outro mecanismo de busca ou mudar a palavra-chave. Os que fornecem mais termos para aprimorar a pesquisa são minoria.

Aprendizado

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo incluiu entre seus cursos de extensão universitária um que visa ensinar a pesquisar on-line. "Pesquisa na internet – o que é e como se faz" pretende ensinar como usar os mecanismos de busca, tratar as informações coletadas e se comunicar virtualmente por e-mail, listas de discussão, bate-papo instantâneo, blogs e Orkut. A linguagem da internet, os bancos de dados e as bibliotecas digitais também estão entre os temas.

Fonte: Folha de S.Paulo